O Diabo não pode ser POP

Cenário para o espetáculo O Diabo não pode ser POP

Teatro Sesc Tijuca.

Rio de Janeiro. 2016.

 

Sinopse

O cenário da história é o inferno. O Diabo está em estado de choque, pois acabou de escutar a notícia mais surpreendente dos últimos tempos: seu índice de aprovação no inferno não poderia ser maior. Segundo os resultados das pesquisas mais recentes, o Senhor das Trevas não só é considerado um homem extremamente popular, como também é querido, respeitado e admirado por todo o território infernal. Enquanto outros “governantes” receberiam tal novidade com um sorriso no rosto, o Diabo, pelo contrário, não está nem um pouco feliz e fará de tudo para a vida no inferno virar um verdadeiro caos.

 

Críticas:

http://teatrorj.blogspot.ca/2016/06/o-diabo-nao-pode-ser-pop-rj.html

 

Clipping:

https://www.sopacultural.com/o-diabo-nao-pode-ser-pop-estreia-no-sesc-tijuca/

http://ambrosia.com.br/agenda/peca-o-diabo-nao-pode-esperar-em-cartaz-no-sesc-tijuca/

http://www.sescrio.org.br/programacao/o-diabo-nao-pode-ser-pop

http://folhazonasul.com.br/o-diabo-nao-pode-ser-pop-em-cartaz-no-teatro-ii-sesc-com-ingressos-a-partir-de-2-reais/

https://vejario.abril.com.br/atracao/o-diabo-nao-pode-ser-pop/

https://www.facebook.com/odiabonaopodeserpop/videos/1758936710985642/

 

FICHA TÉCNICA

 
Direção: Pedro Cadore

Texto: Bruno Bloch e Rodrigo Salomão

Elenco: Hernane Cardoso, Daniel Belmonte, AntônioValladares e Luana Manuel

Figurino: Anouk Zee Penido

Luz: Rodrigo Belay

Cenário: Julia Marina

Fotos e Designer: Maria Soares

Produção: Carolina Tardin e Hernane Cardoso